Translate

quinta-feira, 21 de maio de 2009

A MENINA QUE ENGOLIU AS LETRAS


Era uma vez, uma menina bem pequenininha que engolia letras. No seu primeiro dia de aula, a professora mostrou a letra A e a menina engoliu. No outro dia, foi a vez da letra B, e novamente a menina engoliu. E foi assim com as letras C, D, E, F, G, H, I, J, K, L, M, N, O, P, Q, R, S, T, U, V, W, X, Y e Z.

A menina foi crescendo e engolindo todas as letras do alfabeto, as maiúsculas e as minúsculas.

Só que... Aconteceu uma coisa muito interessante, as letras que a menina engolia, ao invés de descer goela abaixo e ir parar na barriga, subiam para a cabecinha da menina.

Foi assim que ela aprendeu a conhecer e escrever todas as letras e nunca mais esqueceu, e viu que elas estão sempre presentes nos nomes de todas as coisas que existem no céu, na terra, no ar e também no coração.

A menina cresceu, ficou uma mocinha. E lá na sua cabecinha as letras tinham vida, estavam sempre se mexendo, se juntando e formando novas palavras como: alegria, carinho, amizade, bondade, beleza.

Atualmente, as letrinhas estão muito teimosas, só querem formar uma palavra: AMOR.

Zezinha Sousa

O crescimento da menina é representado através do tamanho das letras. As letras crescem, enquanto a menina se desenvolve e se torna uma mocinha. Cresce também o seu conhecimento de leitura e escrita que teve início na aprendizagem do abecedário ("engolindo" as letras, ou seja, aprendendo com vontade com desejo) e continua na adolescência, onde as palavras já criam novos sentidos a partir da descobertas de novos sentimentos.


Um comentário:

Luciana disse...

Adorei vou aplicar com o meu 1 ano....
Luciana